Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 29 de novembro de 2003

domingo, 16 de novembro de 2003




Faz tempo que não posto a visão da janela da minha casa. Veja uma foto do lado do fundo, ontem pela manhã, dia 15/Nov/2003. Um dia antes do meu aniversário! :)

quarta-feira, 5 de novembro de 2003


Discurso de um típico designer frente a um espelho
"Espelho, espelho meu, existe designer mais sabido do que eu? Faço design na faculdade, minha mãe fez Designer há uns dezoito anos atrás. Ela que foi esperta, agregou tanto valor a sua criação que criou um ser magnânimo, um artista das Internet e dos folhetos impressos. Tudo que faço é arte, muito lindo e muito colorido. Uma pena os clientes lá da firma não entenderem nada do que eu faço. E os Marketeiros então que não sabem de nada? Sempre achei que os layouts ficam melhores se forem pretos, fundo branco ou azul não combina com a moda."

Parabéns a todos os designers, também à aqueles que pensam que são, estudantes e os que não sabem quem são.


segunda-feira, 3 de novembro de 2003


Onofre joga pedra em peixes

Ah, como é bom pescar... ficar aqui, no rio sem aporrinhações. Na varinha uma isca de capim...Ah, vou mostrar para o Gervasio como é que se pesca com capim-gordura. Daqui a pouco vem um peixe graudo e morde a isca.

Ainda não deu... daqui a pouco um fisga...

hummmmm, um pouco mais de paciência...

Uai, cade os peixes que estavam aqui neste rio semana passada?

*uma hora despois do primeiro resmungo*
Ah, vai se danar seus peixes dos infernos. Vocês todos são uns imprestáveis, ficam ai no fundo do rio com cara de peixes mortos, só querendo me deixar nervoso, tão fazendo de propósito, é?... Nervoso não, nervoso é coisa de florzinha, estou muito irritado mesmo, pocha...

Ai se eu resolvo descer até ai com um pedaço de pau na mão e acabo com a raça de vocês todos.

Ei Onofre? Como anda a Pescaria? Já peguei três dos grandes! - Grita Gervásio na margem oposta do rio.

Feche logo esta matraca Gervasio, você me atrapalou, tinha um dos grandes, acho que uns três metros namorando minha isca... Ele foi embora, sua mula-sem-alça!

Larga a mão de ser besta que mula não tem alça, Onofre. Cade a carroça de peixe que você ia pescar com estes matos bestas?

Por um acaso, você está fazendo o favor de espantar todos eles, seu velho caduco. Pare de ficar me atrapalhando senão vou até aí jogar pedra nos seus peixes. Melhor, vou até ai com este pedaço de pau e você verá com quantas pauladas se faz uma boa pescaria...

Onofre, estou achando que você não sabe pescar, ou sua teoria de pescar com capim não funciona...

Lógico que funciona, você que não pesca direito, vai falar que não conhece esta tradição? Ah, deve ser porque o conhecimento é passado de pai para filho.

Então tá bom, fico aqui com minhas iscas batutas e no final do dia agente faz a comparação. - Comenta Gervasio.

Meus peixinhos queridos... Qual de vocês queria beliscar minha varinha, tenho uma surprezinha aqui para vosmercê.

Ah, é assim? Vou pegar um de vocês nem que for na pedrada... toma esta... e mais esta....

Ei Onofre, já está anoitecendo... Vamos para casa!

Gervasio seu trapaceiro. Espantou novamente um peixe dos grandes! Devia ser uma tainha, estava só namorando meu anzol...

Na pedrada não vale! hahahahaha. Larga mão de ser velho caduco e caipira, Onofre. Tainha é só no mar, e me disseram que ela não morde anzol.

Logíco que tainha dá em rio, larga a mão de ser mula Gervásio... Até piranha da em rio, então dá tainha... Vamos embora logo... você me atrapalhou o dia todo que perdi três dos grandes. Leve para você estes lambaris de nada...

sábado, 1 de novembro de 2003

As vezes fico pensando em questões religiosas. Sou Cristão de nascimento, mas também consciente. Não acredito somente porque meus pais eram e dizem que devemos seguir os ensinamentos dele. Tento seguir os passos de cisto, a medida de minhas que posso, com minha frágil vigilância. Mas também poderia ser Budista, pois se analisarmos na escencia todas as religiões dizem a mesma coisa, como um facilitador, ou então uma receita de bolo para se atingir a Iluminação, como diria Budah, ou a perfeição para os Espíritas, ou então a vida eterna para os católicos.

Cristo quando nasceu era Judeu. Foi contra a certos preceitos do Judaísmo e transmitiu suas mensagens. Muitas em parábolas, pois os homens ainda não estavam preparados para entender certas coisas que sabemos hoje. Alguns Judeus o seguiram, fundaram o Cristianismo. Para muitos Judeus ele foi apenas mais um messias. Aparecia aos montes naquela época. Mas se o cristo nascesse hoje, ele seria Católico? Seria protestante? Espírita talvez? Ao menos, Cristão? Lógico, ele não viria destruir sua própria palavra, assim como fez com Moises e suas leis. Apenas as complementaram. O que eu quero questionar é a riquesa na Igreja católica, perdeu seu foco de humildade dos apóstolos, o Fanatismo no protestantismo que não querem ao menos ouvir outras versões, e também a certeza de estar sempre certos no espiritismo. As religiões estão aí para mostrar um caminho mais fácil para a Iluminação, e se analisarmos o sentido de cada uma, serão todas exatamente iguais.