Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 28 de março de 2010

Estação da Luz - torre do relógio


A Estação da Luz é uma estação de trem inaugurada em 1901, construída com ferro importado da Inglaterra. Nos dias atuais, por lá passam inúmeras pessoas quando elas vão para seus trabalhos e retornam para casa. Da estação parte trens para várias cidades da grande São Paulo e arredores.
Por estes motivos, este é um dos pontos mais importantes da cidade, e tombada pelo patrimônio histórico.
Os trens em São Paulo são um meio de transporte popular, no entanto, mais usado pela população de baixa renda. As pessoas da classe média e alta preferem se locomover com os seus carros.



The Luz Station is one train station inaugurated in 1901 and was made with 
iron imported from the England. Nowadays, pass there a lot of people, when they are going to your jobs  and they return to home. There, arrives and depart trains to a couple of cities around the São Paulo city. 
Because that, it is important city place one, and belonging to historical heritage.

The train in Brazil is one popular transport, but more used for poor 
people. The rich ones prefer moving by cars.  

quarta-feira, 24 de março de 2010

Tempestade Verde


Peça, acrílico sobre papel, enviada para a Itália,
para a amiga Maura Di Giulio


O azeite de oliva é um ingrediente da culinária de várias culturas. O Azeite extra virgem já foi considerado aqui no Brasil da alta gastronomia, mas agora pode ser encontrado em qualquer mercado com um preço bem acessível. O azeite é considerado um ingrediente saudável, ou então, menos nocivo que os óleos comuns, e está na mesa de quase todo Brasileiro. 
Já o petróleo é um combustível fóssil altamente poluente e de aparência negra. Na cidade italiana de Abruzzo há uma discussão entorno da extração de petróleo. Os habitantes desta cidade não desejam que esta atividade seja parte da economia local. Discussões completamente a parte, encaminhei este trabalho para uma exposição que irá ocorrer no dia 18 de Abril, naquela cidade Italiana e que irá corroborar com o tema, “Não há petróleo em Abruzzo”.  Mais detalhes - Convocatória





Detalhes da peça ilustrativa “Meu Brasil Brasileiro”, colado no envelope remetido, e o selo “Lumière Art”.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Imprimatura de papeis

Nós até conhecemos as dificuldades para se trabalhar com a pintura acrílica sobre papel.  Diferente das telas de algodão ou linho, que a superfície de pintura é bem resistente, o papel sempre terá uma tolerância menor ao esfregamento insistente sobre sobre sua face, pelas próprias características de fabricação, ele pode se esfarelar ou rasgar.


O pintor quando atinge uma maturidade da técnica acaba fazendo menos retoques para chegar ao resultado desejado, pois ele é mais preciso. Na aquarela exercito sempre ser mais assertivo na aplicação das cores, para não haver muitos retoques, já no acrílico eu acho interessante buscar a perfeição, dentro de alguns limites da secabilidade da tinta. Tenho percebido a baixa resistência dos papeis não somente naqueles de baixa qualidade, o mesmo me ocorreu com os da francesa Canson. 


Um experimento que estou tentando no tratamento da superfície é aplicar uma fina camada de gesso acrílico diluído com água sobre o papel, esperar a secagem e aplicar uma segunda demão não diluída. Esta técnica é muito semelhante a imprimatura feito nas telas de algodão e linho. 


Alertaria ainda que esta técnica visa aumentar a resistência do papel para os trabalhos mais intensos, mas devemos ter em mente que plasticamente o resultado não será o mesmo que o acrílico sobre um papel virgem.

sábado, 13 de março de 2010

Aquarela enviada para a França

Arte postal é uma interação entre artistas que conheci há pouco tempo. Basicamente consiste na troca de trabalhos artísticos em papel por meio de correspondências, aqui no Brasil utilizando o Correios e  pelo mundo empresas semelhantes. A arte postal aqui no Brasil não é muito expressiva, daí um ponto que me interessou é o contato com artistas em outros países. Aprende-se muito com outras culturas.


Esta semana encaminhei este trabalho para uma convocatória do grupo  “Les Timbrés de L'Art Postal”  chamada "Les machines volantes", para Pézenas na França.

A aquarela enviada é uma vista do Aeroporto de Congonhas em uma tarde tempestuosa. Acho fascinante a linha do horizonte marcada por um amarelo ocre meio rosa, que é parte do céu vista ao fundo, tendo a frente nuvens de trovoadas escuras, os cumulus nimbus. Esta solução plastica vai de encontro ao assunto que tenho trabalhado, o "Chuva e o Tempo", e que deverá fazer parte virtualmente desta galeria.

Aproveitando a oportunidade também criei o selo selo da minha galeria, a “LumièreArt”, que será utilizado em todas as  convocatórias e demais trabalhos que pretendo participar.

Pelo texto da convocatória este trabalho será exposto na 12a exposição do grupo, a qual infelizmente não poderei participar, por questões geográficas. Mas a idéia de visitar a França sempre me fascinou.