Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 14 de setembro de 2004

Retomei meus estudos cristãos. Uma boa fonte de conhecimentos, provados cientificamente, são extraídos do Livro dos Espíritos, de Allan Kardec.

O Livro dos Espíritos, ou (Le Livre des Esprits) publicado em 1857 em Paris é o início da obra da Codificação de Kardec, o qual deu origem a doutrina dos espíritos, ou simplesmente espiritismo.

Kardec pesquisou através de perguntas a espíritos em diversas regiões, e as respostas conseguidas através de sua pesquisa foram sempre as mesmas. Futuramente detalharei este método.

A primeira questão já nos chama atenção sobre a inteligência de Kardec e sua intenção de provar através de nossos métodos científicos os ensinamentos esquecidos, que foram ensinados por Cristo.

Que é Deus?
?Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas?.(ESP. per 1)


Ele poderia simplesmente perguntar. ?Quem é Deus??.
Se esta pergunta fosse feita, Kardec estaria afirmando que Deus é uma pessoa como todos nós, rebaixaria-o, e diria que ele não poderia ser nosso criador, pois teria uma inteligência possivelmente um pouco mais avançada, mas não perfeita.


O primeiro capítulo, destina-se a reflexão a respeito de Deus. Abaixo alguns textos que no meu ponto de vista são mais significativos:


Poder-se-ia dizer que Deus é o Infinito??Definição incompleta, Pobreza da linguagem humana...?

Deus é infinito em Suas perfeições. (ESP. per 3)


Não há efeito sem causa. (...) Para crer-se em Deus, basta se lance o olhar sobre as obras da Criação. O Universo existe, logo tem uma causa. (ESP. per 4)

Pela obra se conhece o autor. (...)
Do poder de uma inteligência se julga pelas obras. Não podendo nenhum ser humano criar o que a Natureza produz, a causa primária é, conseguintemente, uma inteligência superior á Humanidade.
Quaisquer que sejam os prodígios que a inteligência humana tenha operado, ela própria tem uma causa e, quando maior for o que opere, tanto maior há de ser a causa primária. (ESP. per 9)


KARDEC, Allan. Le Livre des Esprits. Paris, 1857. Tradução: RIBEIRO, Guillon, O Livro dos Espíritos. FEB: Rio de Janeiro, 1944

quarta-feira, 1 de setembro de 2004

Minuto Po?tico
Aqui uma bela página falando do Médium Xico Chavier.